Home Patrimónios Galo de Barcelos e Cruz da Ordem de Cristo: de onde vêm...

Galo de Barcelos e Cruz da Ordem de Cristo: de onde vêm estes símbolos portugueses?

São 2 símbolos portugueses, tão reconhecidos e famosos como a nossa própria bandeira. Mas afinal, qual é a origem de cada um deles?

1163
0
Fonte: Pixabay

Quais são os símbolos lhe vêm à mente quando se fala de Portugal? Além da bandeira, o país possui muitos ícones bastante conhecidos, embora várias pessoas não saibam a história por trás de cada um deles. Já falámos do Coração de Viana, mas ele é apenas um elemento de uma longa lista de símbolos, dentre os quais podemos ressaltar a guitarra portuguesa, os azulejos, o cravo vermelho e os diversos trajes tradicionais das festas do país.

Contudo, os dois símbolos que provavelmente se destacam, tanto entre portugueses quanto entre turistas, são o Galo de Barcelos e a Cruz da Ordem de Cristo, imagens que já não podemos desassociar do imaginário referente à Portugal. Descubra mais sobre a história desses dois importantes símbolos, a seguir.

 

Galo de Barcelos

“Joana Vasconcelos – Pop Galo 2016” by Halley Oliveira (CC BY-SA 2.0)

Um peregrino galego que seguia para Santiago de Compostela foi preso na cidade de Barcelos e condenado à forca por um crime que não cometeu. Diante do juiz que o condenara – e que jantava com amigos –, o estrangeiro afirmou que era inocente e que, como prova disso, o galo assado que se encontrava sobre a mesa cantaria quando ele fosse enforcado.

De fato, durante o enforcamento, o galo morto se levantou e cantou. O juiz, então, arrependeu-se da condenação e correu para salvar o galego. Graças a um nó mal feito, o homem não morreu e foi considerado inocente.

Essa lenda portuguesa de um milagre manifestado através de um galo tornou-se imensamente popular e foi transformada não apenas num monumento, que hoje se encontra no Museu Arqueológico de Barcelos, mas em inúmeros galinhos espalhados pelo país. Em bordados de toalhas de mesa, souvenires de lojas para turistas, rótulos de vinhos e até mesmo sites de casino on-line, como o GaloBonus, o Galo de Barcelos se destaca como um dos símbolos portugueses mais conhecidos.

Como afirma o portal oficial do município de Barcelos, o galo se tornou um favorito de muitos artistas e artesãos no século XX e, a partir da década de 1950, transformou-se não somente em símbolo do turismo nacional, mas também num ícone identitário da nação.

 

Cruz da Ordem de Cristo

“Detalhe – Cruz da Ordem de Cristo” by Anitsircana (CC BY-SA 3.0)

Antes de mais nada, a Cruz da Ordem de Cristo faz-nos lembrar das velas das naus portuguesas e da época dos Descobrimentos. Mas a cruz vermelha e branca também adorna vários emblemas portugueses, como o brasão do Reino de Portugal, a Insígnia da Força Aérea Portuguesa e até mesmo a Insígnia da Federação Portuguesa de Futebol.

A Cruz da Ordem de Cristo que conhecemos hoje foi criada no século XIV, quando a Ordem do Templo – ou Ordem dos Templários –, cujo símbolo era uma cruz vermelha, foi perseguida na Europa. Nessa época, o rei português D. Dinis perdoou a Ordem do Templo e subsequentemente, transformou-se na Ordem de Cristo em Portugal.

O seu novo símbolo foi criado pela sobreposição de uma cruz branca, que representava a inocência, à cruz vermelha dos Templários. Essencial para a expansão marítima portuguesa, a Ordem de Cristo e a sua famosa cruz também tornaram-se parte da identidade da nação.

Os símbolos de Portugal unem de forma singular fatos históricos e lendas populares. Tanto a Cruz da Ordem de Cristo quanto o milagre do Galo de Barcelos são exemplos de como se mantêm vivas as raízes, crenças e narrativas do país.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.