Home Aventuras A Aldeia Portuguesa que nos deixa sem palavras

A Aldeia Portuguesa que nos deixa sem palavras

Conhecida também como o pequeno Tibete português, é um dos últimos tesouros por descobrir do Portugal desconhecido e genuíno. (c/ Vídeo)

3851
0
Sistelo
Sistelo

Conhecida também como o pequeno Tibete português, é um dos últimos tesouros por descobrir do Portugal desconhecido e genuíno.

Sistelo foi primitivamente uma Póvoa medieval, de cujo período parecem sobreviver traços em elementos como a implantação do cruzeiro, do fontanário ou na organização do casario.

A aldeia de Sistelo situa-se no concelho de Arcos de Valdevez, em pleno Parque Nacional da Peneda-Gerês, junto à nascente do rio Vez.

Famosa pelas suas paisagens em socalcos, onde se cultiva o milho e pasta o gado, a aldeia encontra-se muito bem preservada, tendo sido recuperadas as casas típicas de granito, os espigueiros e os lavadouros públicos.

Sistelo é famoso pelos seus socalcos, que surgem pela necessidade de aumentar a superfície agrícola e de contrariar os declives.

São plataformas mais ou menos planas de solo profundo e fértil, construídas nas vertentes das montanhas, sobrepostas umas às outras em escadaria e suportadas por grandiosos muros de pedra.

Estas estruturas permitiriam o desenvolvimento de uma agricultura de subsistência de extrema importância para a sobrevivência das comunidades rurais.

Associados a estas plataformas, construíram-se canais destinados ao transporte de água dos pontos mais altos das montanhas, poços e cursos de água, para os campos.

Estes canais, que em alguns casos se estendem por dezenas de quilómetros, denominam–se de regadios e são fundamentais para a subsistência das culturas nos meses de Verão.

O Castelo de Sistelo, ex-líbris da aldeia, merece uma cuidadosa visita: trata-se de um palácio de finais do século XIX onde viveu o Visconde de Sistelo.

Deambule pelas ruelas da aldeia e aprecie a Igreja Paroquial, a Casa do Visconde de Sistelo, a Ponte Romana e o Moinho, a ponte de Sistelo de jusante, a Ermida de Nossa Senhora dos Aflitos e as Capelas de Santo António, de São João Evangelista, da Senhora dos Remédios e da Senhora do Carmo.

Não deixe de subir ao miradouro do Chã da Armada para admirar a magnífica vista panorâmica! Se é apreciador de caminhadas na natureza, percorra o Trilho das Brandas de Sistelo (10 km), que tem início na aldeia, e fique a conhecer as brandas de Rio Covo, em Sistelo, do Alhal, no Padrão, e da Cerradinha, terrenos que, durante o verão, serviam de apoio à pastorícia.

O artesanato característico da aldeia é composto pelas meias redondas de lã e pelos aventais de lã. Aproveite e traga algumas peças de recordação!

Não perca:

Dos vídeos mais bonitos que vimos nos últimos tempos. E que consegue que a beleza não distraia da necessidade de preservação ambiental e de protecção do eco-sistema.

► As pessoas, a água, os animais e o milho! Para ver e divulgar!

• De: Alda Rodrigues | Bruno Baessa | Eduardo Rego | João Pereira | Luís
Macedo | Pedro Gomes | Pedro Leite | Sérgio Pereira | Simon Wadsworth
• Um projecto Loving the planet

 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.