Eugénio de Andrade

“Poema à Mãe”, Eugénio de Andrade dito por ele próprio.

  No mais fundo de ti, eu sei que traí, mãe. Tudo porque já não sou o retrato adormecido no fundo dos teus olhos. Tudo porque tu ignoras que há leitos...

Pela Ribeira do Porto…

• Porto • Autor: Photografica (António J. Simões) • Imagem original: http://on.fb.me/1NWytZr (Clique na imagem para ampliar) ► Milhares de imagens dos membros do Descobrir PORTUGAL estão à...
Concertina

De pequenino… se torce a concertina!

Como sabe bem ver gente nova a gostar das nossa coisas e a saber interpretá-las! Um deslumbramento estes miúdos! Ficamos gratos ao Afonso Sequeira e à...