Home Patrimónios É português e é um dos melhores queijos do mundo

É português e é um dos melhores queijos do mundo

Produz-se graças ao saber acumulado de várias gerações e é um dos melhores queijos do mundo. Falamos do Queijo da Serra da Estrela.

1458
1

É na vasta e verdejante encosta da Serra da Estrela que se reúnem todas as condições para a produção de uma das mais saborosas tradições portuguesas.

O Queijo Serra da Estrela, fabricado pelas mãos das povoações serranas há centenas de anos, é hoje em dia um dos queijos mais famosos e mais apreciados em todo o mundo.

Delicie-se com o seu sabor intenso e a sua pasta amanteigada. O Queijo da Serra coloca à mesa dos portugueses uma tradição artesanal ímpar e toda a generosidade da paisagem natural da Serra da Estrela.

Uma Tradição Artesanal

As referências ao Queijo da Serra remontam à ocupação romana e o seu processo de fabrico laborioso foi mesmo descrito pela primeira vez naquele que é hoje considerado o primeiro Tratado de Agricultura.

Ao longo dos séculos, foram também vários os reis portugueses que reconheceram a riqueza deste produto artesanal nacional, oferecendo-o a ilustres convidados.

Hoje em dia, o Queijo da Serra da Estrela continua a ser apreciado pelos portugueses e pelos maiores amantes de queijo espalhados por todo o mundo.

Produzido exclusivamente a partir de leite de ovelhas de raça Bordaleira Serra da Estrela, o seu fabrico é inteiramente artesanal e parte das mãos sabedoras dos queijeiros portugueses.

Com um processo de maturação que se prolonga por mais de um mês, o fabrico do Queijo da Serra é uma verdadeira arte que presenteia os seus maiores apreciadores com o melhor que a natureza tem para oferecer.

O seu aroma intenso e paladar suave e ligeiramente acidulado é já tradição nas casas portuguesas. Saboreie-o com um pão fresco e um agradável vinho da região.

O seu aroma intenso e paladar suave e ligeiramente acidulado é já tradição nas casas portuguesas. Saboreie-o com um pão fresco e um agradável vinho da região.

Um Encanto Rural

Apreciar o Queijo da Serra da Estrela é também conhecer as tradições, lendas e histórias dos povos que o produzem.

No verão, com as suas pastagens verdes, ou no inverno, com a sua encosta branca de neve, a Serra da Estrela convida a um passeio para reviver as tradições pastoris e conhecer o património das aldeias e vilas que ponteiam a paisagem natural.

Perca-se nas ruas estreitas da aldeia histórica de Linhares da Beira, admire maravilhosas paisagens nas Penhas Douradas ou deixe-se encantar pelo ambiente rústico da Vila Ruiva.

Em Celorico da Beira, delicie-se com os melhores queijos da região no Solar do Queijo da Serra ou conhecer a cultura deste queijo no Museu do Agricultor e do Queijo.

A garantia de que é um legítimo Serra da Estrela

Denominação de Origem Protegida, mais conhecida por DOP, é a certificação que nos permite distinguir um genuíno Queijo Serra da Estrela.

Uma certificação exigente, que garante a qualidade e autenticidade de um produto tradicional, de acordo com apertados requisitos:

– O queijo é produzido na região demarcada da Serra da Estrela.

– É elaborado apenas com leite cru proveniente de ovelhas de raça Bordaleira da Serra da Estrela ou Churra Mondegueira, alimentadas exclusivamente de pasto natural da região demarcada da Serra da Estrela.

– Ao leite apenas poderá ser adicionada a flor do cardo, que nasce na mesma região demarcada, e sal.

– O leite e a queijaria certificada têm de cumprir rigorosas regras de salubridade, higiene e segurança alimentar.

– O queijo final é submetido a um painel de prova de especialistas que avalia o seu sabor, textura, aromas… e terá de ter 15 valores de nota mínima.

Em defesa da verdade – DOP

Denominação de Origem Protegida

– Símbolo europeu de denominação de origem protegida (DOP), que permite mais fácil identificação e afirmação de qualidade nos mercados externos.

– Holograma da Casa da Moeda, com número de série.

– Marca de caseína, visível no fundo do queijo, com número de série – a ‘impressão digital’ do queijo, já que não há dois queijos com o mesmo número.

– Número de licenciamento da queijaria.

1 COMMENT

  1. Sobre a origem do queijo da serra, haverá muito a considerar. Há alguns anos atrás, numa mostra gastronómica em Madrid, foi com muito espanto que verifiquei estarem expostos vários queijos muito parecidos ou mesmo iguais ao nosso queijo da serra. Claro que fui prová-los e, com espanto o sabor, a textura, plasticidade, a cor enfim, tinham toda as características do nosso (original) queijo. Ao prova-lo logo interpelei um dos produtores dizendo tratar-se de um queijo parecido com o queijo da serra da Estrela, ao que ele respondeu conhecer perfeitamente o nosso e, este ser «hermano»… Disse-me ser produzido e conservado da mesma maneira, dos mesmos leites e, também oriundo de serras, no caso desde a serra da Gata até quase à de Gredos e poderia ser servido com vinhos mais licorosos e mesmo com Xerez… Espantoso não? Já agora, este tipo de queijos, não tem origem tão antiga como dizem. Este queijo e outros, mas sobretudo este, foi ensinado a fabricar aos povos do norte da hoje andaluzia, por gente oriunda dos países nórdicos, feita prisioneira na última invasão Viking ocorrida nesta região no sec. IX. Ocuparam a região, tendo sido expulsos com algumas batalhas, deixando alguns prisioneiros que ensinaram a arte dos queijos e da equitação. A registar…

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.