Início Gastrofolias É tempo delas! Conhece o Pudim de Castanhas?

É tempo delas! Conhece o Pudim de Castanhas?

1787
0
COMPARTILHE
pudim de castanhas

Nos finais de Setembro, os castanheiros estavam lindíssimos. Todos ouriçados. Que é como quem diz, carregados de ouriços.
E, Outubro adentro, foi a apanha das castanhas. A quantidade não terá sido a esperada, mas a qualidade está a superar tudo. Resultado: excelentes… mas bastante caras!

Castanhas
Fotografia: Inês Santos.
Clique para ver a imagem original.

Depois veio a ronda dos magustos, com os vinhos novos para fazer as honras  às quentes e boas, bem assadinhas. País todo, para matar saudades e tirar o gosto de misérias.

O homem das castanhas faz parte da paisagem das nossas cidades nesta época do ano. Embora as manias da higiene tenham feito desaparecer os velhos e bonitos assadores de barro…

Castanhas
Fotografia: João Castelo Branco.
Clique para ver a imagem original.

Por Lisboa, elas começaram aparecer pelos Santos, logo no início de Novembro.
À dúzia ou à meia dúzia, mas já sem os cartuchinhos de papel de jornal ou de folhas de lista telefónica – que agora as leis não permitem tal coisa!!!

Nas nossas casas, muitas das preferência vão para as cozidas. Apenas com um bocadinho de sal e aquela erva-doce de deleitar aromas…

Mas se vierem assadas… também marcham. Com água-pé, jeropiga ou um vinho tinto!

Castanhas
Fotografia: Ernesto Santos.
Clique para ver a imagem original.

 

 

E como é tempos delas,  desafiamos para um Pudim de Castanhas à moda das Terras do Alto Tâmega.

A receita já aqui está. Agora só terá de arranjar as castanhas…!

 

 

* * *

Tantas receitas de experimentar e saborear…

https://www.facebook.com/media/set/?set=a.1172706822744474.1073741832.261928367155662
(clique no nome do prato. Será encaminhado/a para a receita)

Caldo Verde (Vale do rio Minho)Arroz de Lampreia (Montemor-o-Velho)Butelo com Cascas – ou Casulas (Trás-os-Montes)Bucho Raiano (Sabugal)Peixes de rio e enguias fritas (Baixo Mondego)Pasteis de VouzelaSericá/Sericaia (Alentejo)Milhos Ricos (Ribeira de Pena)Sopa de Feijão-Frade (Lardosa – Castelo Branco)Xarém (papas de milho) com Sardinhas (Algarve)Bolo do Conde de Alcáçovas (Viana do Alentejo)ChanfanaCabrito Assado no Forno (Serra do Marão)Capão à FreamundeBolo de Cornos (Mortágua)

https://www.facebook.com/media/set/?set=a.1172706822744474.1073741832.261928367155662&type=3

Caspacho (Capacho, Gaspacho ou Vinagrada) – AlentejoPastel de Molho (Covilhã)Vitela Arouquesa com arroz de Forno (em forno de lenha)Pasteis de TentúgalPudim de Castanha (Alto Tâmega)Sopa de Sarapatel (Norte Alentejano)Celestes (Convento de Santa Clara – Santarém)Cozido Barrosão (Montalegre)Sopa da Pedra (Almeirim)Cavacas de Resende • Cabrito Assado à moda da Serra do Caramulo

https://www.facebook.com/media/set/?set=a.1172706822744474.1073741832.261928367155662&type=3

Pão-de-ló de Margaride (Receita da Casa de Pão-de-Ló de Margaride)Sopa de peixe de rio (Caneiras – Santarém)Caldeirada de SesimbraBolo do tacho (Monchique)Lombo de porco com amêijoas (Alentejo)Miga de peixe do rio com poejo (Vila Velha de Ródão)Pudim do Abade de Priscos (Priscos, Braga)Panela no forno (Covilhã)Beijinhos de amor (Lousada)

https://www.facebook.com/media/set/?set=a.1172706822744474.1073741832.261928367155662&type=3Saborear as Regiões, defender o Património Gastronómico Português!

Siga as ligações. Veja as receitas. Experimente. E venha contar!

• FONTE:
Receitas e Sabores dos Territórios Rurais, editado pela Minha Terra – Federação Portuguesa de Associações de Desenvolvimento Local.

Advertisements

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here