Home Gastrofolias Por cá, gostam de comer frades. No Brasil… é de corda!

Por cá, gostam de comer frades. No Brasil… é de corda!

Os frades acabaram a dar nome a um feijão. Terá vindo de África ou da Índia. Gosta de acompanhar com bacalhau mas vai bem de qualquer maneira. Até em sopa! À moda da Lardosa.

155
0
Sopa de feijão-frade

Que história é essa de andar a comer frades? Vício? Má vontade? ou apenas gosto de sabor e textura?
No Brasil chamam-lhe fradinho ou feijão de corda. Segundo alguns terá vindo de África….
Não admiro por isso que nos Estados Unidos apareça como uma espécie símbolo da comida dos negros. Tão famoso que deu mesmo nome a um grupo musical: os Black Eyed Peas.

feijão-frade

Mas nem todos concidem acerca das origens deste feijão. A página da Ciência Viva apresenta um versão bem diferente
Opinião diferente acerca da origem deste feijão é a expressa na página da Ciência Viva. Aí, o feijão-frade, também conhecido como “feijão-pequeno” ou “feijão-miúdo”, é apresentado como sendo originário da Índia.

Lardosa
Barragem da Marateca, Lardosa, Castelo Branco. De: Fotos do Faria. Clique para ver o original.

Verdade seja dita que, na realidade, não é um feijão de que se goste à primeira vista ou à primeira garfada. Mas, antes, um feijão de que se vai aprendendo a gostar.

E desde as fórmulas mais simples – apenas cozido de azeite e vinagre – até às mais complexas elaborações, acaba por se tornar o preferido de muitos de nós nas suas diversas apresentações.

Lardosa
Outro ângulo da Barragem da Marateca. De: Fotos do Faria. Clique para ver o original.

Hoje, por exemplo, está a apetecer-nos saborear o feijão-frade numa sopa. Optámos por uma receita bem antiga, muito substancial e saborosa.
À moda da Lardosa, a freguesia de Castelo Branco que fez do feijão-frade o seu cartão de visita, emblema e símbolo. Já tinha uma Feira para o celebrar. Recentemente ergueram-lhe uma estátua na rotunda de acesso à A23.

Lardosa01
Plantaram um feijão-frade na rotunda de acesso à Lardosa! Clique para saber mais.

Mas… vamos à sopa.
Os mais novos não a gostam porque não a conhecem! 🙂
Vale a pena experimentar.
Fica aí a receita.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.