Home Aventuras Que grande “afia-lápis”, para São João da Madeira!

Que grande “afia-lápis”, para São João da Madeira!

Bancos dos jardins a lápis de cor??? A ideia poderá parecer estranha, mas em São João da Madeira não estiveram com meias medidas... Nem disfarçaram! Coisas da Câmara Municipal local.

847
0
lapisSJM01

Já não chegavam os grafitis que enchem por aí paredes e portas, agora – em São João da Madeira – desataram a pintar os bancos dos jardins com lápis de cor!!!

Leu bem: lápis de cor. E nem fazem à sucapa – escondendo a autoria do gesto de olhos que só costumam descobrir quando deparam com resultados e manchas… Não, agora têm lata de fazer às claras. E ainda publicitam!

lapisSJM01
Imagem: Câmara Municipal de S. João da Madeira

Não dá para acreditar… mas, em São João da Madeira, a culpa é mesmo da Câmara Municipal de uma terra que muitos imaginavam dedicada à Indústria do Calçado. E agora surpreendem na revelação da vocação de cores e riscos.
Compreensível o espanto súbito de perceber de onde vieram muitos dos lápis com que aprendemos letras e contas. E aquela palavra Viarco, que nos habituámos a encontrar na extremidade dos instrumentos de escrita, queria afinal identificar uma marca portuguesa com raízes em Vila do Conde.

lapisSJM03
Imagem: Câmara Municipal de S. João da Madeira

Lápis aromatizados???

Originalmente nem se chamava Viarco! Era a Fábrica de Lápis Portugália, nos princípios do Século passado. Mas o negócio não terá dado e a fábrica foi à falência aí pelos anos 30.
Com novo patrão, assumiria nova designação, mudando-se de armas e bagagens para São João da Madeira. Chegariam então os lápis de cor, naqueles caixas alegres que muitos de nós recordam da escola ou das brincadeiras.

lapisSJM04
Imagem: Câmara Municipal de S. João da Madeira

Pelos anos 70, a Viarco abriu-se ao fabrico dos lápis de cera e nos anos 90 apostou na inovação das aguarelas de grafite. Quando alguns temiam a crise resultante do impacto das novas tecnologia,  os senhores do lápis deram respostas de futuro e modernidade.

lapisSJM05
Imagem: Câmara Municipal de S. João da Madeira

Mais do que inundação de nomes bárbaros, foi o surgimento de novos produtos com designações a condizer: ArtGraf, bastão de grafite, lápis aguarela ou aromatizados, e ainda os Break to Sharpen e os Dummy Pencil – seja lá isso o que for…!!!

lapisSJM06
Imagem: Câmara Municipal de S. João da Madeira

Designações que sublinhavam a crescente internacionalização da marca, com apostas bem definidas, por exemplo, no mercado americano. Ao mesmo tempo que o lote de produtos fabricados se ia alargando e diversificando com, por exemplo, o pó de grafite aguarelável ou a pasta de grafite.

Que longe vão os tempos daqueles lápis que rabiscavam portas e paredes…!”
lapisSJM07
Imagem: Câmara Municipal de S. João da Madeira

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.