Início À boleia... Uma Lisboa em extinção. Vá ver antes que acabe!

Uma Lisboa em extinção. Vá ver antes que acabe!

2680
6
COMPARTILHE
Lisboa em extinção

Bairros históricos de Lisboa e do Porto alvo da ganância da especulação imobiliária. A febre do turismo ou da adaptação para habitações de luxo não poupa nada nem ninguém!

Os poderes autárquicos das nossas maiores cidades, seduzidos pela maré dos número da procura turística, desdobram-se em iniciativas de marketing e comunicação na mira de cavalgar a onda.

Lisboa em extinçãoA única preocupação parece ser aproveitar as cifras do crescimento de visitas e estadas como arma de arremesso político.
Com a pressa do turismo e a urgência do lucro, não vai haver imagens destas no futuro.
E depois? Vão contratar figurantes para as festas, as marchas, os jogos de sueca, as fotografias?

Lisboa em extinçãoE os turistas vêm visitar o quê? Bairros sem gente? Onde nem sequer vão suspeitar a refinada casta que comprou algumas das casas para as transformar em habitações de luxo?

Sabedoria tem o povo quando diz que quem tudo quer, tudo perde!
Se os moradores saem para dar lugar aos endinheirados ou aos da estranja, não vai haver quem estenda roupa, cuide das flores, dos pássaros ou da vida…

Bairros sem gente são coisas sem alma!
Passe por lá, antes que acabem.

 

Barra Horizontal

Vale a pena passear as imagens de José Batista. Já com a nostalgia do que está para acabar – incinerado na pira funerária de uma estratégia de venda (imobiliária/turística).
Ignorando as pessoas, nem se interrogam sobre o que, com estes bairros sem gente a morar lá, poderá funcionar como mola afectiva da atracção dos turistas.

 

Barra Horizontal
Despejos Turísticos
 

Advertisements

6 COMENTÁRIOS

  1. Boa Tarde Descobrir Portugal ;! Muito obrigada por esta maravilha de video ! que partilhou connosco ;Na verde ,este nosso Lindo Portugal esta de rastos ;! querem acabar com tudo quanto é bom ;! é muito triste e lamentavel ;! fico triste com tudo isto ;!

    • Portugal está de rastos ? Não deve o deve conhecer! é por estar de rastos que o turismo aumenta ! Veja Lisboa antiga, as ruas, as estradas os esgotos, os passeios, e acham que Lisboa deve manter prédios velhos no centro da cidade a cair, causando risco para quem lá mora e passa ? É uma paisagem maravilhosa ver janelas e edifícios degradáveis , com alguns sobreviventes a morarem lá, só porque as rendas ainda são a 20, 30 euros ! e não podem pagar mais ? Quem renova um imóvel sem poder a um mínimo curto espaço ter rentabilidade ? É digno ver pessoas idosas a morarem sem condições numa capital? Querem sim acabar com imagens degradáveis, Lisboa cada vez terá mais gente a morar lá, com ou sem turismo, porque é preciso atrair gente, e não alimentar a ideia que só os velhos são gente pobre a quem se deseja roubar a identidade. Que haja sim coragem para os acolher em condições mais dignas, mesmo que seja nessas mesas casas, mas reabilitadas ! É bom falar… mas quem as reabilita tem todo o direito de querer retorno, e se o estado não o faz…”paciência”!…

  2. Tem toda a razão o melhor era deixar Lisboa a cair aos bocados para continuar pitoresca, degradada e desabitada. Estou a ver que desconhece o termo evolução ou será que era muito mais pitoresco quando não havia esgotos, água canalizada, etc. É como as lojas ditas históricas ninguém lá vai mas dão côr à cidade. Haja paciência.

    • Não leu com atenção. Nada disso está lá escrito. Bem pelo contrário…
      Se acha que a “recuperação” da cidade se faz através da expulsão dos seus moradores… Problema seu.
      Prefiro uma cidade viva e habitada. Que acolha sem excluir. Que se saiba renovar sem se transformar em feudo de uns quantos especuladores imobiliários.
      A Alma de Lisboa não pode estar à venda!

    • Obviamente que foi isso que o autor desta publicação quis dizer.
      Viva os bairros degradados e a toxicodependencia. Viva Lisboa fantasma.
      Uma cidade viva e habitada! Habitada por quem? Quem quer viver em prédios a cair?
      Haja paciência para este tipo de discurso.

  3. Lisboa com seus prédio velhos a cair , sem ninguém que os restaurasse durante tanto tempo. Vazios, outros sim habitados, na eminência de caírem também.. É essa a imagem que se deseja de uma capital moderna. Contrastes destes ? Já lá vai o tempo … Lisboa será sempre habitada como as grandes cidades, só que renovada por quem pode pagar. É essa a grande verdade. Se o apelo é tão grande, porque razão só agora se reclama ?
    Porque razão não se pediu ou exigiu à CML a recuperação dos imóveis devolutos e os arrendou a gente idosa e pobre que lá morava ? É essa a imagem da cidade de Lisboa que querem manter? O Turista gosta de estar no centro por razões de comodidade de transportes, não porque deseja ver roupa lavada na janela.! Não sejamos hipócritas. Quanto mais moderna estiver a cidade, quanto mais valorizarmos o que temos e sabemos fazer, mais turistas atraímos! Já correram com as Industrias do Norte, querem acabar com tudo ? Se temos o turismo e um excelente clima e excelentes regiões a visitar, há que promover! Turismo não é só Lisboa! Há que divulgar que tomara muitos países terem tão belos lugares para visitarem. Só se fala da cidade de Lisboa e das “roupas estendidas e dos passaritos nas gaiolas”? Por amor da Santa! evoluam

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here