Home Gastrofolias Como é que os milhos ficaram ricos?

Como é que os milhos ficaram ricos?

Magnífica a nossa gastronomia de subsistência (ou de sobrevivência)! Tudo se aproveitava e combinava… Sem desperdícios.

316
0
Milho Rico

Os milhos são… como tudo na vida:
Há os ricos e há os pobres. Tudo depende daquilo que possuem, como se vestem e com o que acompanham.

Espigueiro
Espigueiro (ou canastro) na Freguesia de Canêdo, Ribeira de Pena. Fotografia de Benardino Rodrigues. Clique para ver a imagem original.

Nos milhos ditos pobres, papas de milho são com o cereal moído propriamente dito e… pouco mais: Quase apenas sal, nalguns casos, ou acúcar para quem as prefere de sobremesa.
Nos seus congéneres mais faustosos, podem surgir com azeite, entremeada, chispe, orelha porco fumada, chouriça de carne, chouriça de sangue, salpicão e presunto.
Ricos sem ser à custa da exploração dos outros…!

Milhos Ricos

Como nós gostávamos da nossa gastronomia de subsistência (ou de sobrevivência)! Tudo se aproveitava e combinava… Sem desperdícios.
A norte, foi do casamento entre o milho que os campos davam e o fumeiro da matança do porco engordado em casa, que nasceram os Milhos Ricos.

Milho Rico
De qualquer forma, só por si, o milho é um dos alimentos mais nutritivos que existe, com abundância de vitaminas e minerais.

Fica aí a receita. Para experimentar.
Se conseguir ingredientes de… boa qualidade!

Espreite mais receitas aqui!

https://www.facebook.com/media/set/?set=a.1172706822744474.1073741832.261928367155662&type=3Saborear as Regiões, defender o Património Gastronómico Português!

Siga as ligações. Veja as receitas. Experimente. E venha contar!

• FONTE:
Receitas e Sabores dos Territórios Rurais, editado pela Minha Terra – Federação Portuguesa de Associações de Desenvolvimento Local.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.